Sobre o Coletivo Colmeia de Mulheres

A Rede Colméia de mulheres (Coletivo Colméia de mulheres) é um ecossistema de empreendimentos femininos que se propõe empreender em rede, de forma colaborativa e solidária. Inicialmente surgiu como um espaço virtual de apoio e troca de informações entre mulheres empreendedoras que se identificavam com temas como sustentabilidade e ecologia feminina. Embora  tenha surgido como uma rede nacional, hoje se regionalizou e atua como um coletivo localizado no Rio de Janeiro.

 

Atualmente o Coletivo Colméia de mulheres é um espaço para o exercício da colaboração e da gestão coletiva. Desde 2015 realizamos uma feira mensal colaborativa, com um olhar sustentável, localizada na praça Luíz de Camões (Praça do Russel), bairro da Glória, junto da feira orgânica, ao lado do Memorial G.V.

Nossa História

A Rede Colmeia surgiu em 2015, a partir da iniciativa da Marcela Zaroni (Blog Matricaria - Ecologia feminina/ecofeminismo) e da criação de um grupo no Facebook sobre empreendedorismo de mulheres, com integrantes de todas as regiões do Brasil. A motivação da criação do coletivo veio do entendimento dos inúmeros desafios das mulheres no mundo do empreendedorismo e da necessidade comum da construção de uma rede virtual de apoio mútuo. Em sua concepção, a Colmeia reunia empreendedoras que não se identificavam com o modelo tradicional de empreendedorismo e que buscavam exercitá-lo em rede, de forma colaborativa, criativa e feminina, com um viés sustentável. Atualmente, com a regionalização da iniciativa, os ideais da rede ganharam corpo através do Coletivo Colmeia de Mulheres - Rio de Janeiro, que realiza uma feira colaborativa em praça pública, sempre uma vez ao mês.

 

O nome “Colmeia” nasceu da reflexão de que as abelhas são movidas pelo cuidado e atuação coletiva e realizam um trabalho necessário para o ecossistema, como o da polinização e manutenção da vida em sua diversidade, entre outras contribuições. Também fez parte da reflexão, a relação simbólica entre a necessidade de preservação das abelhas e os desafios que as mulheres vivem no contexto ​socioambiental d​o mundo contemporâneo.

​O Grupo valoriza a diversidade desde a sua formação, colocando a mulher que produz a partir da responsabilidade com o seu entorno e com uma proposta ecológica como protagonista. É um espaço para este tipo de exercício e da gestão e aprendizado coletivo.

Iniciamos as ações práticas organizando uma feira local. Atualmente, reunimos mulheres de várias regiões do Rio de Janeiro, que juntas organizam todo segundo sábado do mês a Feira Colmeia de Empreendimentos Femininos. Visando sempre a sustentabilidade, a feira é realizada de forma colaborativa e auto gestionária pelas mulheres do coletivo.

Além de promover o empreendedorismo criativo feminino, também visamos promover a cultura e a arte popular. Todas as edições da feira contam com uma programação: apresentação de artistas, cantoras, contadoras de histórias, atividades circenses, oficinas educativas, entre outras. Nas nossas últimas edições abrimos espaço também para o compartilhamento de saberes e conservação da saúde das mulheres, recebendo personalidades como a jornalista e escritora Sonia Hirsch, a ginecologista natural Bel Saide e a enfermeira parteira Ariana Santos.

©2018 Coletivo Colmeia de mulheres
 

  • Facebook
  • Instagram